Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 16, 2012

nós...

"Por que você é flamengo E meu pai botafogo? O que significa "impávido colosso"?
Por que os ossos doem Enquanto a gente dorme? Por que que os dentes caem? Por onde os filhos saem?
Por que os dedos murcham Quando estou no banho? Por que as ruas enchem Quando está chovendo?
Quanto é mil trilhões Vezes infinito? Quem é Jesus Cristo? Onde estão meus primos?
Well, well, well Gabriel...(bis)
Por que o fogo queima? Por que a lua é branca? Por que a terra roda? Por que deitar agora?
Por que as cobras matam? Por que o vidro embaça? Por que você se pinta? Por que o tempo passa?
Por que que a gente espirra? Por que as unhas crescem? Por que o sangue corre? Por que que a gente morre?
Do que é feita a nuvem ? Do que é feita a neve? Como é que se escreve Réveillon?
Well, well, well Gabriel..." oito anos _ ADRIANA PARTIMPIM
pra mim e pro meu menino, porque música me acalma, me conforta e Adriana Partimpim porque hoje que eu descobri o sexo do meu garoto... ai vai que vira Gabriel, Vinícios, Fernando...
;)

Boa noite!!

"Eu já não me importo comigo...

"Mas é exatamente Quando a gente tá cansado Que o coração distraí Então a sorte vem" faz assim _ LEONI


"Cada minuto é muito tempo sem você...

"Não precisa mudar Vou me adaptar ao seu jeito Seus costumes, seus defeitos Seu ciúme, suas caras Pra quê mudá-las? Não precisa mudar Vou saber fazer o seu jogo Saber tudo do seu gosto Sem deixar nenhuma mágoa Sem cobrar nada
Se eu sei que no final fica tudo bem A gente se ajeita numa cama pequena Te faço um poema, te cubro de amor
Então você adormece Meu coração enobrece E a gente sempre se esquece De tudo o que passou
Não precisa mudar Vou me adaptar ao seu jeito Seus costumes, seus defeitos Seu ciúmes, suas caras Pra quê mudá-las?
Não precisa mudar Vou saber fazer o seu jogo Deixar tudo do seu gosto Sem guardar nenhuma mágoa Sem cobrar nada
Se eu sei que no final fica tudo bem A gente se ajeita numa cama pequena Te faço um poema e te cubro de amor
Então você adormece Meu coração enobrece E a gente sempre se esquece De tudo o que passou
Se eu sei que no final fica tudo bem A gente se ajeita numa cama pequena Te faço um poema, te cubro de amor
Então você adormece Meu coração enobrece E a gente sempre se esquece De tud…