Pular para o conteúdo principal

Nota

A gente vai se encaixando no sorriso mais fotogenico, no batom mais vivo, nos olhos mais escuros... o cabelo bagunçado porque ninguém quer parecer falso
A gente vai se encaixando de regata no dia de sol, sombrinha nos dias de chuva e tristeza só nos dias nublados
Ou nem isso, somos otimistas e vai dar tudo certo afinal de contas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

aquele sentimento bom que pode ter uma saudade

Hoje eu sonhei com meu vô, foi a primeira vez, talvez a primeira vez na vida que eu tenha sonhado com ele... ele apareceu só um pouquinho e foi ótimo acordei com saudade e o olho com lagrima, mas feliz, muito feliz estava tudo bem, sempre esteve tudo bem
no sonho eu estava na mãe indo pra casa dele e tinha muito barro, começou a chover, muita gente... caos familiar (quem nunca), estávamos de moto, depois de bicicleta e no final a pé, mas quando chegamos tinha que tirar umas coisas do porta malas (pois é, como moto e bicicleta teria porta malas?) quando chegamos eu entrei toda atrapalhada e lá estava ele na área, olhando com aquela cara de desdem? sem vergonha?... uma cara que só ele sabia fazer de "olha só como a Letícia é atrapalhada, boazinha, mas atrapalhada" e ele foi ajudar com as coisas que tinha que tirar do porta malas, sorrindo, botões da camisa um pouco abertos  e brigando, brigando é modo de dizer porque não me lembro de alguma vez que ele brigou comigo, ele não …

vida e seus dilemas

As vezes nessa vida nós precisamos de um tempo, seja pra isso, ou pr'aquilo As vezes precisamos de um tempo Um tempo de pessoas, um tempo nos estudos, um tempo nas opiniões alheias - algumas foram solicitadas, mas geralmente não - um tempo dos sorrisos, um tempo das tristezas, um tempo de quem amamos... precisamos nos achar e de um tempo para isso Acontece que a vida em sua leveza total, é pesada demais Talvez ninguém se de conta que você está dando esse tempo, pode ir e corpo presente, mas acho esse tempo bem importante, é um ar, pra tomar um fôlego *inspira, expira*
Eu explico, acho q aqui já temos intimidade o suficiente.  Eu amo a vida, mas ela está tumultuando. geralmente é comigo - eu comigo mesma - na dessa vez é externo... uns probleminhas que eu não posso resolver A gota d'água foi a Gui (vamos chama-la de leão) A Leão estão chateada com o universo porquê a Primaescorpião saiu para viver um sonho e a Leão não entende como ela mesma não está vivendo seu sonho, como o …
Eu não aguento mais meu mau humor.
Parece que eu só vou parar quando não tiver mais ninguém por mim, eu não sei mais o que fazer por mim - não que eu tenha feito algo especifico - para que isso acabe.
Não sei se devo fazer algo como uma enxurrada de alegria para bom humor ou se posso ir aos poucos e minhas pessoas entenderão.
Sinceramente tudo que eu sei é que eu não sei, não estou suficiente, não estou nem um pouco; estou só que é mau humor...

O trabalho continua aqui, o filho continua, o marido, os amigos, a mãe... minhas cosias, minhas pessoas eu só não sei onde eu estou. Não que eu queira ou ache que preciso mudar algo do que já é, mas eu preciso resolver alguma coisa.
Não pode ser a lua porque ela não duraria o mês inteiro.
Acredito não serem os hormônios porque eu tenho eles há algum tempo.
Penso que pode ser algum medo... não sei! alguma decisão que meu intimo quer tomar e eu não deixo?
Mas não sei...
Estou em haver e talvez se continuar assim não sobre nada.

Estou aqui escreve…