Pular para o conteúdo principal

para não...

eu preciso desabafar para não desabar
ou talvez eu já esteja desabando...
AAAAAAAAAAHHHHHHHH
minha cabeça esta até começando a doer tamanho meu desespero
eu não estou mais dando conta da carga emocional do meu emprego, eu não dou mais conta das pessoas acharem que eu gosto ser idiota, eu não dou mais conta das Fs (que nem são) acharem que eu sou feliz por gostar do que elas gostam, meu Deus eu nunca falei que gostava das coisas que elas acham que gostam
não são elas todas, são duas das quatro e uma eu sequer tenho que lidar então...
então a uma que sobra está me enlouquecendo...
e a carga psicologística é o pior, a divida eterna que ela decidiu que eu tenho com ela

as vezes eu estou com a faca e o queijo na mão e tão exausta da situação que mal consigo me mexer, qualquer movimento pode ser tão brutal

e-mails que eu não precisava saber
decisões que eu não acho corretas em tomar
pessoas que eu não queria lidar

me explica como ser contadora (sem clientes porque no papel só que eu sou contadora, na prática eu sou só uma analista) ficou tão chato!!
eu não sou a gestora então cada um que assuma a porra da sua responsabilidade

estou errada?

estou!!
eu só preciso descobrir onde exatamente

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

aquele sentimento bom que pode ter uma saudade

Hoje eu sonhei com meu vô, foi a primeira vez, talvez a primeira vez na vida que eu tenha sonhado com ele... ele apareceu só um pouquinho e foi ótimo acordei com saudade e o olho com lagrima, mas feliz, muito feliz estava tudo bem, sempre esteve tudo bem
no sonho eu estava na mãe indo pra casa dele e tinha muito barro, começou a chover, muita gente... caos familiar (quem nunca), estávamos de moto, depois de bicicleta e no final a pé, mas quando chegamos tinha que tirar umas coisas do porta malas (pois é, como moto e bicicleta teria porta malas?) quando chegamos eu entrei toda atrapalhada e lá estava ele na área, olhando com aquela cara de desdem? sem vergonha?... uma cara que só ele sabia fazer de "olha só como a Letícia é atrapalhada, boazinha, mas atrapalhada" e ele foi ajudar com as coisas que tinha que tirar do porta malas, sorrindo, botões da camisa um pouco abertos  e brigando, brigando é modo de dizer porque não me lembro de alguma vez que ele brigou comigo, ele não …

vida e seus dilemas

As vezes nessa vida nós precisamos de um tempo, seja pra isso, ou pr'aquilo As vezes precisamos de um tempo Um tempo de pessoas, um tempo nos estudos, um tempo nas opiniões alheias - algumas foram solicitadas, mas geralmente não - um tempo dos sorrisos, um tempo das tristezas, um tempo de quem amamos... precisamos nos achar e de um tempo para isso Acontece que a vida em sua leveza total, é pesada demais Talvez ninguém se de conta que você está dando esse tempo, pode ir e corpo presente, mas acho esse tempo bem importante, é um ar, pra tomar um fôlego *inspira, expira*
Eu explico, acho q aqui já temos intimidade o suficiente.  Eu amo a vida, mas ela está tumultuando. geralmente é comigo - eu comigo mesma - na dessa vez é externo... uns probleminhas que eu não posso resolver A gota d'água foi a Gui (vamos chama-la de leão) A Leão estão chateada com o universo porquê a Primaescorpião saiu para viver um sonho e a Leão não entende como ela mesma não está vivendo seu sonho, como o …

ele é

ontem de noite eu fui visitar meu avô no hospital, no Mario Covas em Hortolândia...
meu avô, pai da minha mãe...
fomos eu e a Gui, ficamos das 20h as 20h30, horário de visita porque ele esta em coma induzido

é...
a vida de adulta não fica mais fácil

bom, eu fui visitar meu avô e eu segurei a mão dele por 20 minutos, em vida eu não sei de um dia que segurei a mão dele por tanto tempo, tinha quando eu era pequena que ele deixava eu subir a rua com ele para ir no mercado que brincávamos de "teje preso e teje solto" (as vezes em casa também) e com isso ele me segurava pelo braço e eu tentava fazer e errava sempre, mas era o contato físico que nós tínhamos, nunca fui de pedir bença e ele nunca foi de beijos e abraços
acabou que depois de maior eu não tinha nenhum contato físico com ele e ontem eu fiquei 20 minutos segurando a mão dele, 20 minutos que minha mãe falou que demorariam a passar mas voaram, acho que eu poderia passar um período ali, mas não seria saudável porque meus o…